Última sessão da câmara almeidense tem bate boca e promessa de ações no MP
12/12/2018 08:26 em Política

A última sessão anual da câmara de vereadores de Conceição do Almeida além de ser, excepcionalmente prorrogada por mais de duas horas do seu horário habitual, fato já atípico, foi também marcada por bate bocas entre os vereadores. Toda essa anormalidade foi justamente em torno do tema da aprovação do 13° salário, aprovado na sessão do dia 26 de novembro de 2018, baseado no projeto de lei 15/2018 de autoria dos vereadores Bêa Brasil e Sergio da Topic. O que chamou à atenção do jornalismo da Sultana, que se fez presente, com Glauber Coni e Ribeiro Lima, é que segundo o secretário da mesa diretora, vereador Sergio da Topic, na leitura das demandas do dia, surgiu uma emenda proposta pelo vereador Vinicius da Mombaça, que adicionava para o recebimento do 13° salário, não só o legistativo, como também o executivo e os secretários de governo e que segundo Sergio não existia no projeto original e afirmou, "o que senhor está fazendo aqui é errado, o senhor está colocando, no apagar das luzes, um emenda que não foi nem levada ao plenário da casa" dirigindo-se ao presidente da câmara Nino de Osanar, sentado ao seu lado, que retrucou.

Os bate bocas sobre a tal emenda transcorreu durante boa parte da sessão, alguns vereadores, Dolfo Coni e Sergio da Topic, afirmaram não ter existido nenhuma mensão à emenda no dia 26/11, outros vereadores disseram que ouviram falar na questão dos secretários, mas acharam que se referiria ao secretário da câmara, no entanto, no entendimento do jornalismo da Sultana, boa parte dos vereadores foram pegos de surpreso diante da inserção da emenda ao projeto.

A sessão ficou ainda mais quente quando o vereador Dolfo Coni, pegou a ata que lhe foi encaminhada pelo secretário e abriu mais uma discordância, a ata que estava nas mãos dele, não era o vereador Vinicius o autor da emenda e sim os próprios autores do projeto e exclamou; "tem alguma coisa errada, nós temos então três atas", os ânimos se exaltaram ainda mais e neste impasse, digamos, controverso, o vereador afirmou em plenário que ira dar entrada no ministério público para que este caso seja investigado e esclarecido para população e completou "vou aproveitar e entrarei com uma ação sobre o nepotismo na administração pública local".

Após longos discursos foi lido o veto integral feito pelo prefeito Ito de Bêga e iniciada a votação do projeto 15/2018, que se refere à criação do 13° salário para o legislativo, executivo e secretários de governo de Conceição do Almeida. Conforme ata lida na sessão do dia 10 de dezembro de 2018, os vereadores Dolfo Coni, Orea e Sergio da Topic vetaram com ressalvas a decisão do executivo, apenas excluindo a emenda proposta pelo vereador Vinícius e todos os outros seguiram o posicionamento do prefeito Ito.

Fonte: Jornalismo Sultana FM

 

 

COMENTÁRIOS