Mancini vê grande jogo do Vitória: "A gente leva um ponto muito importante"
12/11/2017 - 21h15 em Esportes

Vitória conquistou um empate importante com o Grêmio na tarde deste domingo, em Caxias do Sul. Fora de casa, o Rubro-Negro superou a expulsão de Fillipe Soutto no início do segundo tempo e segurou o 1 a 1 no placar. Com o resultado, a equipe treinada por Vagner Mancini foi a 39 pontos e se manteve na 16ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, fora da zona de rebaixamento.

 Após o jogo, Mancini avaliou o desempenho do time e considerou o empate um bom resultado para a equipe rubro-negra. Para o treinador, o Vitória fez um primeiro tempo equilibrado contra o Grêmio, mas, na etapa final, teve que se defender mais em função da expulsão.

- A gente leva um ponto muito importante. O Vitória fez um grande jogo. No primeiro tempo, foi muito equilibrado com o Grêmio. Nós até com oportunidades melhores para fazer o 2 a 1. Na segunda etapa, houve um erro da arbitragem que acabou expulsando nosso jogador, que acaba tocando primeiro na bola. O estádio todo viu. Isso fez com que a gente tivesse que se defender. O Vitória passou no teste também nesse quesito, conquistou um ponto que nos distancia da zona – avalia Mancini.

O treinador também comentou as expulsões de dois jogadores nos últimos dois jogos do Vitória. Ele reconhece que o time tem sofrido, mas destaca o poder de superação para segurar os resultados.

- O Vitória vem sofrendo, nos dois últimos jogos, com perda de jogador, mas vem sofrendo emocionalmente também com os outros jogos. Diante de Palmeiras e Grêmio, jogando com dois jogadores a menos, você somar quatro pontos não é uma tarefa fácil. Hoje, nesse momento, a gente sabe que o Vitória atravessa boa fase e soma pontos para fugir definitivamente desse sufoco.

Sem poder contar com Wallace, o treinador do Vitória promoveu a entrada de Bruno Bispo no time titular neste domingo. Mancini elogiou o desempenho do zagueiro de 21 anos.

- O Bruno, desde o jogo diante do Avaí, sabe que tem a nossa confiança. É um atleta que vem há um tempo no profissional, subiu comigo em 2016. É um atleta que eu conheço, sabe a forma que eu desejo que o zagueiro jogue. Fez um grande jogo, esteve soberano em muitos momentos do jogo. Na hora de sair, jogando usou sua técnica, não foi só na força. O Vitória passa a ter mais um atleta que pode entrar e, com certeza, vai dar conta do recado.

O Vitória volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá. A partida está marcada para as 19h (de Salvador).

Vitória segurou empate em 1 a 1 contra o Grêmio

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Vagner Mancini:

Jogo equilibrado
- No primeiro tempo, jogo foi equilibrado, o Vitória teve as melhores oportunidades. Na segunda etapa, em função da expulsão, no segundo jogo seguido já, tivemos que adotar sistema de jogo diferente. Ninguém veio só para se defender. O Vitória provou isso no primeiro tempo. Nós até fizemos um gol no final do jogo, impedido, como o Grêmio fez. O Vitória leva um ponto importante.

Retornos
- Daqui até o jogo de Chapecó a gente vai dar uma boa analisada. Quando a gente sai de uma partida, sai pensando, mas ainda tem revisão médica. Não vou poder contar com Fillipe Souto nem Kanu. Mas tenho a volta do Uillian Correia, Wallace e Yago para formar um time competitivo.

Neilton
- O Neilton é um jogador de características diferentes. Eu até entendo, e o jogador também, que nos últimos jogos caiu um pouco de produção. Hoje fez uma função diferente daquela que vinha fazendo, teve que marcar mais, que não é muito a característica dele. Mas é um atleta que tem nos ajudado muito, consegue romper linhas, assim como o David. Muitas vezes, por mais que pareça para as pessoas uma coisa, ele tem no time uma função tática de arrastar, de levar essa bola rapidamente.

Fernando Miguel
- O Fernando Miguel acabou sentindo uma lesão na parte anterior da coxa no começo do jogo. Ficou impedido, em determinado momento, de bater na bola. Mas no final do jogo voltou a bater. Felizmente, a gente pensa que seja um susto apenas, por mais que seja uma região dolorida. Dá para acreditar que, como ele jogou o jogo inteiro e bateu na bola no final do jogo, que esteja em campo também na quinta-feira.

Fuga do Z-4
- A gente sabe que, com mais seis, pontos fica muito perto de sair da zona de rebaixamento definitivamente. Jogo a jogo, a gente tenta fazer isso. O Vitória veio aqui hoje para ganhar a partida. Fez um primeiro tempo dessa forma. Lógico que todo mundo vai ser pressionado jogando contra o Grêmio fora de casa. Tivemos chances de fazer o segundo gol. No segundo tempo, não. Com um a menos, você tem a tendência de se defender mais. O Vitória passou no teste. É fundamental acreditar que o Vitória vai escapar.

Caíque Sá
- Naquela oportunidade, o Renato tinha tirado o lateral-esquerdo. Achávamos que a marcação com o Patric e o Caíque entrando daria a oportunidade de ter um lado forte. E, curiosamente, foram os jogadores que mais apareceram na frente, porque têm força física para isso. É importante quando você conhece o elenco, porque, em uma situação de sufoco como essa, sabe que pode utilizar o jogador.

Por GloboEsporte.com, Caixas do Sul

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!